Card image
Competições
Crise pode afetar Honda no MotoGP

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 05/12/2008
  • Por: admin

<p>Imaginar o MotoGP sem a Honda seria praticamente o mesmo que a Fórmula 1 sem a Ferrari. Apesar de ser um cenário quase impossível de visualizar, após colocar a equipe de F1 à venda, a situação mundial leva a Honda a pensar em cortes de gastos em todas as frentes. Mesmo com o status quase inabalável da HRC (Honda Racing Corporation) de motocicletas, já existem boatos de que alguns acionistas exigem que a marca retire-se totalmente das competições, tanto de carros como de motos.</p>

<p>Alguns dos diretores mais influentes da Honda utilizariam como razão os resultados dos últimos anos, já que a equipe não vence o título desde 2006. É verdade que os gastos do MotoGP não chegam perto dos da F1 — 420 milhões de euros por ano —, mas a crise mundial pode levar as empresas a realizarem medidas drásticas. Assim, deve ser levada em conta a importância das categorias.</p>

<p>Enquanto nas cilindradas menores a Honda tem pequena participação, em relação a marcas européias, no MotoGP a montadora é responsável por seis motocicletas do grid — do total de 19. Desse modo, a saída da marca japonesa da competição seria o fim da principal categoria do motociclismo mundial.</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários