Card image
Competições
Conheça o roteiro do Sertões 2019

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/08/2019
  • Atualizado: 22/08/2019 às 13:53
  • Por: Willian Teixeira

A largada do Rally dos Sertões 2019 está chegando! A prova, que está em sua 27ª edição e é disputada por carros, motos, quadriciclos e UTVs, terá um percurso de 4.800 km, sendo 2.832 km de especiais com terrenos variados e inúmeros desafios. Entre os veículos participantes, há 66 motos que vão encarar o percurso.

A primeira etapa da competição acontece dia 25, em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, de onde 187 veículos e 302 competidores partem em busca do título. A chegada acontece no outro domingo, 1º de setembro, em Aquiraz, no Ceará.

Sertões 2019 terá 66 motos, duas delas pilotadas por mulheres (Doni Castilho)

Veja também:
Yamaha apresenta linha 2020 de motocross
Moto: veículo da amizade e da curtição
Honda Africa Twin: linha 2020 chega à partir de R$ 57.990

Do total de competidores que vão participar do maior rally das Américas, há 12 mulheres, sendo que somente 3 são pilotos e duas delas vão competir entre as motos: Janaína de Souza (#13) e Moara Sacilotti (#28). As outras serão navegadoras, disputando entre os carros.

A prova mais importante do off-road nacional tem representantes de 163 cidades brasileiras e 21 estados e o Distrito Federal. Também há competidores de países como Argentina, EUA, Paraguai, Uruguai e Portugal.

“Temos muito orgulho em receber 302 inscritos para o Sertões 2019. A prova está pronta. E de uma coisa os participantes podem ter certeza: o roteiro é um dos mais desafiadores da história do Sertões. A estrutura operacional e de segurança continua evoluindo e além disso temos várias novidades na organização da prova e na conexão com as cidades anfitriãs. São detalhes que mostram o Sertões alinhado com o objetivo de ser o maior do mundo até 2022”, diz Joaquim Monteiro, CEO da Dunas, a empresa que organiza o Sertões.

Confira a programação do Sertões 2019

1ª etapa: Campo Grande (MS) a Costa Rica (MS) – domingo, 25 de agosto
Deslocamento inicial – 20 km
Especial (Cronometrado) – 415 km
Deslocamento final – 52 km
Total do dia – 487 km

2º etapa: Costa Rica (MS) a Barra do Garças (MT) – segunda-feira, 26 de agosto
Deslocamento inicial – 95 km
Especial (Cronometrado) – 530 km
Deslocamento final – 14 km
Total do dia – 639 km

3ª etapa: Barra do Garças (MT) a São Miguel do Araguaia (GO) – terça-feira, 27 de agosto
Deslocamento inicial – 107 km
Especial (Cronometrado) – 420 km
Deslocamento final – 200 km
Total do dia – 727 km

4ª etapa: São Miguel do Araguaia (GO) a Porto Nacional (TO) – quarta-feira, 28 de agosto
Deslocamento inicial – 70 km
Especial (Cronometrado) – 277 km
Deslocamento final – 224 km
Total do dia – 571 km

5ª etapa: Porto Nacional (TO) a São Félix do Tocantins (TO) – Maratona – quinta-feira, 29 de agosto
Deslocamento inicial – 135 km
Especial (Cronometrado) – 300 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia – 435 km

6ª etapa: São Félix do Tocantins (TO) a Bom Jesus (PI) – Maratona – sexta-feira, 30 de agosto
Deslocamento inicial – 0 km
Especial (Cronometrado) – 540 km
Deslocamento final – 2 km
Total do dia – 542 km

7ª etapa: Bom Jesus (PI) a Crateús (CE) – sábado, 31 de agosto
Deslocamento inicial – 2 km
Especial (Cronometrado) – 320 km
Deslocamento final – 617 km
Total do dia – 938 km

8ª etapa: Crateús (CE) – Aquiraz (CE) – domingo, 1º de setembro
Deslocamento inicial – 372 km
Especial (Cronometrado) – 30 km
Deslocamento final – 3 km
Total do dia – 405 km