Card image
Competições
Brasileiro de Enduro FIM: Dumontier vence em Paraopeba (MG)

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 29/07/2019
  • Atualizado: 29/07/2019 às 13:51
  • Por: Willian Teixeira

A penúltima etapa do Brasileiro de Enduro FIM foi disputada no último final de semana em Paraopeba (MG), cidade que fica a cerca de 100 quilômetros da capital Belo Horizonte.

Os protagonistas da prova foram o francês Romain Dumontier, da equipe Yamaha O2BH Racing, e o capixaba Bruno Crivilin, da Honda Racing. Eles travaram uma intensa disputa pela categoria Enduro GP, que é direcionada aos pilotos mais rápidos da competição, e dessa vez o europeu levou a melhor.

Romain Dumontier, da Yamaha O2BH Racing, lidera classes E2 e Enduro GP (Rogério Leite)

Veja também:
Husqvarna apresenta supermoto FS 450 2020
Yamaha mostra novas YZ 250F e YZ 450F 2020
Honda Africa Twin chega a partir de R$ 57.990

A etapa começou já na noite de sexta-feira, dia 26 de julho, com a realização do Super Prime, disputa especial em uma pista montada no Parque de Exposições da cidade. No fim de semana, foi difícil tirar os olhos do cronômetro para acompanhar o embate entre o francês da Yamaha e o capixaba da Honda. Eles se alternaram vencendo as especiais e a disputa foi decidida nos mínimos detalhes.

No sábado, Crivilin faturou o dia com apenas seis segundos de vantagem em relação aos concorrentes. Já no domingo, Dumontier deu a resposta e superou o piloto da Honda em apenas cinco segundos. Na soma, ambos finalizaram com 47 pontos, mas o francês levou a vitória por conta dos resultados acumulados na etapa, principal critério de desempate.

Bruno Crivilin, da equipe Honda Racing, venceu a classe E1 em Paraopeba (Rogério Leite)

“Estou feliz com a minha pilotagem neste fim de semana. Desapontado com o segundo lugar no sábado, mas neste domingo eu ataquei mais e entrei mais forte para vencer o dia e conquistar a vitória no final de semana”, comenta o piloto francês, além da Enduro GP, também somou mais uma vitória pela classe E2 e permanece na liderança de ambas categorias.

Já para Crivilin, a etapa foi uma das mais disputadas da temporada. “Andei forte no sábado e não errei. Entrei forte, bem focado, neste domingo, mas acabei sofrendo uma queda que pode ter custado o resultado. Saio satisfeito, apesar de que queria ter vencido, é lógico”, comenta o piloto da Honda Racing, que foi o vencedor da classe E1 em Paraopeba.

Gustavo Pellin, da equipe Power Husky, líder da classe E3 (Rogério Leite)

Na E3, o gaúcho Gustavo Pellin, da equipe Power Husky, venceu a etapa e lidera a classe, com Vinicius Calafati, da KTM Sacramento, na segunda colocação e Crispy Arriegada (Orange BH KTM Racing) em terceiro. Na Júnior, o capixaba Patrik Capila permanece invicto e lidera o campeonato, na frente de Willian Lauers Tanaka e de Washington Murillo “Caipirinha”.

Bárbara Neves fechou a etapa com o 5º lugar da classe E4 Pró, mesma posição que ocupa no campeonato da E4 Pró, após terminar os dois dias de competição na quarta posição. Quem venceu a categoria foi Anderson da Luz, da MXF Team. Pela classe EF, exclusiva para mulheres, que não teve etapa em Paraopeba, a goiana está na liderança com ampla vantagem.

Anderson da Luz, da MXF Team, vencedor da classe E4 Pró em Paraopeba (Rogério Leite)

Nas demais categorias, os campeões da prova de Paraopeba foram os pilotos Nielsen Bueno (E35 – Power Husky), Cassiano Tebaldi (E40 – Power Husky), Roberto Lamego Junior (E45 – Q4 Enduro Team), Daniel Reis (E50 – bLU cRU), Fernando Pereira (E4 230 – Q4 Enduro Team) e Alexandre Faria (EAmador).

A prova de encerramento do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM será na cidade de Patrocínio (MG), nos dias 13, 14 e 15 de setembro.