Card image
Competições
Belo Horizonte sedia decisão do Brasileiro de Motocross

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 25/10/2019
  • Atualizado: 25/10/2019 às 18:03
  • Por: Willian Teixeira

A decisão da temporada 2019 do Brasileiro de Motocross acontece neste final de semana em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. A pista que receberá as disputas foi construída ao lado do aeroporto de Confins.

Além das corridas previstas para cada categoria, os competidores terão no sábado, às 13h, uma bateria da Elite MX – referente à sexta etapa, de Jarinu, em São Paulo SP, que foi adiada por problemas nas condições da pista. O circuito de Belo Horizonte conta com 1.625 metros, em um terreno misto com trechos arenosos e terra vermelha.

Lucas Dunka compete na categoria MX2 (Idário Café/Mundo Press)

Veja também:
SuperBike Brasil: domínio de Eric Granado em Goiânia
Bárbara Neves vai ao pódio no Enduro Internacional Feminino
Moto de Ouro 2019: Conheça as concorrentes

A programação do Brasileiro de Motocross em Belo Horizonte começa às 8h deste sábado, dia 26 de outubro, com os treinos livres das categorias MX2. A prova adiada da 6ª etapa da categoria Elite MX, que terá 30 minutos de duração mais duas voltas, larga às 13h. Os treinos classificatórios, que serão disputados após a corrida, estão previstos para começar às 13h40. As primeiras provas começam às 16h30, e a programação do sábado deve terminar por volta das 18h.

No domingo o warm-up começa às 8h, e as provas estão previstas para começar às 10h10. A programação do evento se encerra por volta das 16h20. Os horários são os divulgados pela organização e estão sujeitos a alteração, tanto para sábado quanto para domingo.

Hector Assunção luta pelo título das categorias Elite MX e MX1 (Idário Café/Mundo Press)

Os pilotos da Honda Racing estão na disputa pelos títulos das principais categorias. Hector Assunção e Jetro Salazar representam a equipe nas categorias MX1 e Elite MX (que reúne os melhores da etapa), enquanto Lucas Dunka e Leonardo Souza competem na MX2.

Líder da Elite MX, com 86 pontos, apenas um de vantagem para o segundo colocado, Hector Assunção está focado nas disputas decisivas. “Treinamos bastante e conseguimos simular baterias boas. Está todo mundo muito ansioso, porque o campeonato ficou bem apertado. Estamos confiantes depois dos trabalhos nos últimos dias. Agora não tem mais como deixar para a próxima etapa. É vencer ou vencer”, ressalta o paulista, de 27 anos, que acelera a Honda CRF 450R. Ele ainda ocupa a quarta posição na MX1.

Atual campeão da Elite MX e terceiro colocado na classificação da categoria, Jetro Salazar destaca o quão acirrada está a competição. “Na MX1, temos três candidatos ao título. São apenas sete pontos de diferença entre o primeiro e o terceiro. Já na Elite MX, quatro pilotos estão na briga e são somente quatro pontos de diferença. O importante é que estamos bem e prontos para essa batalha final”, diz o equatoriano, que também está em terceiro lugar na MX1.

Jetro Salazar é o atual campeão da Elite MX (Idário Café/Mundo Press)

Pela MX2, Leonardo Souza ocupa a terceira posição na tabela. “Consegui evoluir bastante nos últimos treinos. O preparo físico vai contar muito, porque serão três baterias. Quero também melhorar a minha classificação e, quem sabe, conseguir uma vitória nesta etapa”, evidencia o catarinense. Ele utiliza a Honda CRF 250R.

Em quinto na classificação da MX2, após alguns momentos difíceis aos longo da temporada, Lucas Dunka quer obter o máximo de pontos possíveis para melhorar o resultado final. “Acredito que será uma das etapas mais difíceis do ano e também muito importante. Estamos animados e na torcida por todo o time Honda”, conta. Matheus Klysman sofreu uma queda durante os treinos e fraturou o braço direito. Com isso, o goiano não disputará a etapa final do Brasileiro de Motocross.

Quem também estará na última etapa é a equipe satélite Circuit Honda, com Humberto Martin, o “Machito” (MX1), Reginaldo Ribeiro, o “Juninho” (MX2) e Rafael Araújo, o “Bubinha” (MX2 JR).

Campeonato Brasileiro de Motocross – 7ª etapa
Local: BH Airport – Belo Horizonte (MG)
Ingressos: R$ 30 (público geral), R$ 100 (camarote, com acesso ao box)
Estacionamento: R$ 15
Para comprar seus ingressos, clique aqui.