Card image
Competições
Aprilia e Aleix Espargaró vencem pela primeira vez na MotoGP

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 04/04/2022
  • Por: Willian Teixeira

O GP da Argentina da MotoGP foi histórico para a Aprilia e Aleix Espargaró. A prova, que voltou ao calendário do Mundial de Motovelocidade após dois anos, foi o GP de número 200 da carreira do piloto espanhol e marcou a sua primeira vitória na MotoGP.

Também foi a primeira vitória da Aprilia na “era moderna”. A marca, que é subsidiária da Piaggio desde 2004, conta com 19 títulos mundiais somados de 125 cc e 250 cc, e obteve sua primeira vitória na MotoGP bem no ano em que tornou-se equipe de fábrica. Até o ano passado a Aprilia “alugava” a vaga da Gresini Racing, escuderia que também voltou a vencer no Mundial, logo na prova de abertura com o italiano Enea Bastianini.

Já em toda a história do Mundial de Motovelocidade, a vitória de Espargaró é a de número 295 da Casa de Noale.

E o espanhol da Aprilia fez barba, cabelo e bigode, pois deixou o circuito de Termas de Rio Hondo com a pole position, a vitória e a volta mais rápida do GP da Argentina, com o tempo de 1min39s375.

Fecham o pódio do GP da Argentina os espanhóis Jorge Martin, da Pramac, e Alex Rins, da Suzuki.

O resultado na Argentina deu a liderança do Mundial para Aleix Espargaró, com 45 pontos em três corridas disputadas. Veja abaixo os cinco primeiros da classificação da MotoGP:

Aprilia e Aleix Espargaró vencem pela primeira vez na MotoGP

Com a palavra, o vencedor do GP da Argentina: 
“Estou muito orgulhoso. Enfrentamos um longo caminho mas finalmente conseguimmos! Foi um ótimo fim de semana, mas não foi uma corrida fácil. Nos treinos fui muito rápido, assim como no Warm Up, mas na corrida sofri um pouco com a falta de aderência dos pneus. Não desanimei, tentei várias vezes mudar a configuração eletrônica para superar esses problemas e consegui melhorar. Fui mais rápido que o Martin por alguns décimos, mas não foi fácil ultrapassá-lo, também porque era uma situação nova para mim, nunca tinha lutado pela vitória na MotoGP. Foi emocionante, especialmente a última volta. Estou muito feliz pela Aprilia, por mim e pela minha família, merecemos. Agradeço novamente à equipe, aos que trabalham em Noale e ao Grupo Piaggio pelo apoio. Agora também lideramos o campeonato, mas estamos apenas tentando aproveitar o bom momento, continuando a nos divertir e mantendo os pés no chão”. 

A MotoGP volta a correr no próximo final de semana no circuito de Austin, no Texas, que recebe o GP das Américas. Você confere o relato do GP da Argentina e a cobertura completa do Mundial de Motovelocidade no site da Revista Racing.

Conteúdo Recomendado

Comentários